INSTRUMENTOS
Interface Serial

Modelo SDI-12 EVM-108 / EVM-101

Num sistema de rede SDI-12 os sensores, multiplexadores e datalogger são equipados com interface digital SDI-12 para que possam ser conectados todos juntos com um cabo de três condutores em um arranjo de barramento. Permite uma relevante economia com redução nos custos de cabeamento, já que apenas um cabo de três condutores é necessário para interligar os sensores, multiplexadores e datalogger de toda rede dispersada em campo.

A Encardio-rite fornece interface SDI-12 para vários tipos de sensores, tais como, corda vibrante, sensor de tensão resistiva, tecnologias MEMS para pluviômetro, etc.

 

Introdução: A Encardio-rite fabrica vários instrumentos aplicados à engenharia geotécnica e estrutural que são utilizados para monitorar projetos de hidrelétricas, metrôs, túneis, subsolos, prédios, fundações, muros de arrimo, aeroportos, portos marítimos, taludes, etc. Todas essas monitorações requer aplicação de vários parâmetros através de vários sensores que são finalmente interligados a um sistema de aquisição de dados. Os sensores podem ser de diferentes tipos como, corda vibrante, sensor de tensão resistivo, saída de tensão, etc. Normalmente, os cabos dos sensores terminam com caixas de passagens, junção ou caixa de comutação. A partir destes, cabos multicondutores são encaminhados para o sistema de aquisição de dados (datalogger). A Encardio-rite oferece as seguintes interfaces que executam conexões, encaminhamento com cabo conveniente, simplificado e rentável para conectar os sensores ao sistema de aquisição de dados (datalogger):

 

Modelo EVM-108 / EVM-101 Interface para sensor de corda vibrante.

A interface SDI-12 modelo EVM-108 de corda vibratória constitui entrada de até oito diferentes sensores de corda vibrante (com termistor).

A interface modelo EVM-101 possui canal único para sensor tipo corda vibrante o qual, através de um multiplexador, pode comportar até 32 sensores.

Os modelos EVM108 / EVM-101 são ideais para aplicações em que vários instrumentos estão instalados numa mesma área. Ambos os modelos contêm proteção contra descarga de gás em todas as entradas de sensores e de rede.

 

Operação Teórica: O modelo EVM108 / EVM-101 inicializa o sensor de corda vibratória enviando um pulso de excitação de aproximadamente 200 micro segundos com uma amplitude de 8V forçando a bobina do sensor vibrar. A bobina excitada é forçada a reagir oscilando na sua frequência natural (proporcionalmente a seu comprimento) repercutindo (eco) um impulso de volta para o instrumento. As oscilações iniciais de arranque da bobina do sensor são ignoradas e em seguida o sinal ecoado é medido repetidamente ao longo de 100 oscilações por um período de 2 segundos, relatando-se o valor médio. A média dos resultados ao longo de um grande número de ciclos reduz os picos e falsas leituras.

Para leituras de temperaturas de sensores de corda vibrante, EVM-108 possuí uma precisão regulada de 2,5V juntamente com um resistor de 3,3 KOhm completando circuito em bridge para o sensor. Este modelo não realiza leitura com resultados em unidades de engenharia, simplesmente faz uma medição analógica e transmite as informações para processamento posterior em um datalogger.

 

SDI-12 com Datalogger: Os sinais de saída do modelo EVM-108 / EVM-101 podem ser processados para o sistema de aquisição de dados Encardio-rite EDAS-10 ou EDAS-11 através de rede serial SDI-12. Esta é uma conveniente opção para levar informações dos sensores de corda vibratória para o datalogger. O processamento completo de leitura de um sinal de um sensor de corda vibrante até o armazenamento no datalogger é uma operação puramente digital. O datalogger atuando como mestre e os SDI-12 EVM-108 / EVM-101 como unidades escravas.

 

SDI-12 com Datalogger EDAS-11: Este sistema automático de aquisição de dados compõe-se de um datalogger com porta SDI-12. Pode ser conectado ao computador para processamento de dados adicionais.

 

SDI-12 com outros sensores: Para conectar vários sensores geotécnicos, exceto tipo corda vibrantes, diretamente ao datalogger, usa-se a interface SDI-12. O SDI-12 é um sistema com barramentos. Nesse sentido, vários sensores podem ser conectados a um único cabo de 3 condutores, pois a interface elétrica para o protocolo envolve três linhas: uma linha de dados seriais, linha de 12V e uma linha para terra. A alimentação dos instrumentos é fornecida através do barramento do SDI-12. Nas aplicações SDI-12, a comunicação ocorre na linha de dados serial bidirecional e ocorre entre os sensores SDI-12 e um datalogger. Os sensores e datalogger trocam caracteres ASCII na linha de dados, correspondendo a diferentes tipos de comandos. Os comandos são específicos para cada instrumento no barramento e outros instrumentos não podem usar o barramento até que a comunicação seja concluída entre o gravador e o instrumento que está sendo consultado.

Clique "aqui"  para acessar a ficha detalhada de dados.

 

SOBRE A AQUISIÇÃO 

A programação de compra destes instrumentos é muito importante, o prazo de entrega é de 5 a 15 dias, eventualmente a COMMETRO possui peças em estoque.

Solicitar orçamento - comercial@commetro.com.br

Rua Brusque 225e
Bairro Bela Vista
Chapecó-SC - CEP 89804-230
Tel.: (49) 3025-2267 | (49) 9 9128-8017
E-mail: comercial@commetro.com.br